Semeando ideias: Actividades para o 1º ciclo sobre mudanças climáticas Teach article

Traduzido por Mª da Conceição Abreu. Sue Johnson do Instituto de Educação, Universidade de Londres, UK, apresenta o projecto Cientistas de Plantas Investigam, e descreve três actividades relacionadas com plantas para crianças do 1º ciclo. Compara as concentrações do dióxido de carbono…

Cientistas de Plantas Investigam: na escola e no jardim botânico

O projecto Cientistas em Plantas Investigam promoveu a colaboração entre os jardins botânicos e as escolas primárias locais entre 2005 e 2007. Professores do 1º ciclo, professores coordenadores, representantes dos conselhos nacionais de escolas (conselheiros regionais no UK) bem como os responsáveis pedagógicos dos jardins botânicos da Áustria, Bulgária, Itália e Reino Unido, desenvolveram em conjunto uma actividade educativa centrada em questões.

Imagem cortesia do PSI

Os elementos chave dos materiais de ensino são levar as crianças a fazerem o trabalho como se fossem cientistas, encorajá-las a raciocinar e a usar o pensamento científico, maximizar a discussão em grupo, e suscitar entre elas questões e ideias. Observando e fazendo experiências ou modelos, os alunos obtêm um conhecimento mais profundo sobre as plantas e são capazes de explicar as suas ideias e argumentar os trabalhos apresentados.

A página webw1 de Cientistas de Plantas Investigam está dividida em quatro tópicos: conservação, arte, alimentação e experiências sobre o crescimento das plantas. Para ultrapassar lacunas no conhecimento dos professores foram concebidos materiais de ensino sobre estes tópicos, prontos a serem usados. Cada actividade pode ser ensinada independentemente ou em conjunto com outras, e o conteúdo é facilmente adaptável a uma larga faixa etária. Todos os materiais podem ser descarregados da página web.

Dióxido de carbono no ar expirado

Resumo

As crianças já devem saber que o ar que expiram têm menos oxigénio que o ar puro. Com esta experiência, usando um indicador de cor, podem testar se há mais dióxido de carbono no ar expirado do que no inspirado ou inalado.

Objectivo

Compreender que o ar que expiramos tem mais dióxido de carbono (e menos oxigénio) que o ar inspirado.

Duração

1 h 20 min

Materiais por grupo

  • 2 recipientes de vidro
  • 2 palhinhas
  • 1 bomba de bicicleta
  • Tubo com detergente de potassa (KOH a 10%)
  • Tubo com indicador colorido (solução de fenolftaleína)
  • Pipeta
  • Fotocópia das Folhas de Actividades 1 e 2w2
  • Projecção do website Cientistas de Plantas Investigamw3 (opcional)

Competências

  • Trabalhar correctamente com pipeta e químicos
  • Observação

Palavras Chave

  • Ar expirado
  • Dióxido de carbono
  • Oxigénio
  • Ar inspirado

Ligações interdisciplinares

Matemática

Composição do ar expirado. .
16% oxigénio (O2), 78% azoto
(N2), 6% Dióxido de Carbono
(CO2) e outros. Tocar sobre a
imagem para a aumentar

Imagem cortesia do PSI

Sequência de ensino

  1.  Organizar as crianças em grupos e distribuir a Folha de Actividade 1w2. Para rever a composição do ar as crianças pintam na folha de actividade os diferentes componentes do ar puro (ver as notas para os professores). No ar expirado falta 5% do oxigénio em relação ao inspirado. Questionar as crianças sobre o que tomou o lugar do oxigénio. Pedir para reflectirem sobre como testar as suas ideias. Para testar as ideias os cientistas recorrem no laboratório a máquinas sofisticadas, não obstante, nós podemos investigar o ar usando equipamento simples.
  1. Dizer às crianças que a próxima experiência testa se há mais dióxido de carbono no ar expirado. Um indicador de cor mostra se a concentração de dióxido de carbono no líquido aumenta.
  2. Distribuir o material necessário (excepto os reagentes e as bombas de ar).
  3. Se for a primeira vez que as crianças usam pipetas, mostrar como a devem usar correctamente, praticando a encher a pipeta de água e deixar esta cair gota a gota.
  4. Familiarize as crianças com as normas adequadas de segurança e saúde. Como têm de usar substâncias químicas, é muito importante que trabalhem com cuidado e rigor. Se ficar algum liquido na pipeta, este deve ser despejado num pequeno frasco (tubo). Só depois devem ser distribuídos os tubos com os reagentes.
  5. Pedir às crianças que sigam as instruções da folha de actividades sobre como usar o indicador de mudança de cor.
  6. Antes de começarem a experiência as crianças devem discutir sobre o que querem descobrir, i.e., investigar se a quantidade de dióxido de carbono no ar expirado é diferente da do ar puro. A solução cor-de-rosa (fenolftaleína) muda de cor quando entra em contacto com o dióxido de carbono.
  7. As crianças devem fazer a primeira parte da experiência. Discutir o que acontece e porque acontece.
  8. Pedir às crianças para pensarem como podem introduzir ar puro no segundo frasco. Deixá-las trabalhar aos pares para melhor elaborarem as suas ideias e depois na turma decidirem o que fazer. Distribuir a Folha de Actividade 2w2 e as bombas de ar. As crianças devem bombear ar puro para o segundo frasco. Nota: a cor não muda (ou muda muito levemente).
  9. Discutir com as crianças o que se pretende com a experiência. Demonstrar que há mais dióxido de carbono no ar expirado do que no ar puro.
  10. Completar o desenho com o ar puro.
  11. Pedir às crianças para resumirem duas coisas que descobriram durante a experiência.

Notas para os professores

Um filme que mostra como executar esta actividade está disponível no sítio do Café das Plantas (Plantscafe) na galeria dos mediaw3.

O ar puro contem 78% de azoto, 21% de oxigénio e 1% de outros gases (incluindo dióxido de carbono e outros). O oxigénio é necessário nos processos de queima, quer seja para uma vela arder quer para queimar a comida a nível celular.

Saúde e Segurança

Devido à potassa cáustica, KOH a 10%, ser corrosiva, não pode entrar em contacto com a pele e os olhos. As crianças devem usar luvas, ou esta actividade especifica deve ser realizada pelo professor. Regras sobre o controlo de substâncias perigosas para a saúde devem ser aplicadas. Depois da experiência, as soluções dos tubos podem ser despejadas no esgoto.

Para a preparação e metodologia da experiência, ver as Folhas de Actividade 1 e 2w2.

Explicação

O KOH origina uma solução levemente alcalina, que toma a cor rosa pela acção de um indicador. O dióxido de carbono expirado para a água produz ácido carbónico, a solução alcalina passa a ácida (mudando o valor do pH). Quando se expira o ar para a solução esta perde a cor rosa.

O meu consumo de oxigénio

Resumo

Esta actividade demonstra às crianças quanto espaço verde é necessário à produção de oxigénio por pessoa por dia.

Objectivos

  • Descobrir a relação entre a quantidade de oxigénio diário que consumimos e a quantidade de plantas necessárias à produção desse volume de oxigénio.
  • Perceber que todas as plantas verdes produzem oxigénio.
  • Compreender a importância das florestas tropicais e algas para a manutenção do balanço dos gases na atmosfera

Duração

30 min

Material

  • Corda
  • Paus de madeira

Palavras Chave

  • Plantas
  • Pessoas
  • Oxigénio
  • Dióxido de Carbono
  • Florestas tropicais
  • Algas
  • Atmosfera

Ligações Interdisciplinares

Matemática

Crianças circundando uma área
do pátio da escola que produziria
oxigénio suficiente, através de
fotossíntese, para uma pessoa
durante um dia

Imagem cortesia do PSI

Sequência de ensino

  1. Levar as crianças a um relvado ou qualquer outro espaço verde. Perguntar às crianças se têm alguma ideia de quanto oxigénio consumimos por dia.
  2. Explicar que estudos feitos demonstram que as pssoas, em média, precisam de 360 litros de oxigénio por dia.
  3. Recordar o que as crianças já aprenderam sobre como as plantas produzem oxigénio ( o que a planta precisa para a fotossíntese). Sublinhar que todas as plantas verdes produzem oxigénio.
  4. As crianças devem dar palpites sobre qual deve ser a dimensão de um relvado para produzir o oxigénio diário necessário para uma pessoa viver. Sugerir que as crianças marquem as suas estimativas de área usando uma corda.
  5. Explicar que uma área de relva com cerca de 3 m² produz a dose diária que uma pessoa necessita. Cada grupo deve então marcar esta área no relvado para visualizar o que cada um deles precisa para se produzir o oxigénio diário que consome.
  6. Que tamanho deveria ter a área para que toda a turma ou toda a escola tivessem oxigénio suficiente?
  7. Discutir os seguintes pontos:
    • As pessoas e animais vivem em cidades onde há pouco espaço verde mas apesar disso eles respiram. Como é isso possível?
    • O que acontece no inverno, quando a maior parte da árvores perderam as folhas?
    • Como podemos respirar de noite se a luz é necessária à produção de oxigénio?
    • As florestas tropicais e as algas no mar produzem e libertam oxigénio suficiente para manter o equilíbrio de gases na atmosfera. As florestas tropicais e as algas são os pulmões da Terra. O que aconteceria se as florestas tropicais e as algas morressem devido à poluição?

Uma nova pista de ski?

Resumo

Esta actividade coloca as crianças numa situação em que a conservação das plantas e o desenvolvimento económico colidem. Num cenário alpino, as crianças fazem de cidadãos numa estância de ski onde os planos para novas pistas de ski ameaçam uma área rica em biodiversidade. Nesta peça, as crianças desenvolvem capacidades para discutir problemas complexos, analisar os prós e contra, e tomar decisões – e fazendo isto compreendem que, em geral, temos de fazer compromissos.

Objectivos

  • Resolver problemas complexos, e ajudar as crianças a aceitar que muitas vezes o compromisso é necessário.
  • Compreender que a extinção é um problema relacionado com a actividade humana, mas que as pessoas também podem ajudar a conservar e a proteger espécies ameaçadas.

Duração

2 h

Competências

  • Raciocínio
  • Resolução de problemas
  • Argumentação
  • Capacidade de comunicar

Material

  • Material para a peça (descarregarw4)
  • Cartões com os personagens (descarregar w4)
  • Etiquetas
  • Canetas de cor
  • Fotocópia da Folha de Actividades 3w5
  • Papel (formato A2)

Palavras chaves

  • Biodiversidade
  • Impacto da actividade humana
  • Gestão da terra

Actividade interdisciplinar

  • Educação pessoal, social e de saúde
  • Cidadania
  • Literacia, linguagem especializada, slogan (estilo de escrita)
  • Arte

Sequência de ensino

A peça, com as crianças fazendo
pósteres sobre as suas opiniões
relativamente à construção da
pista de ski

Imagem cortesia do PSI

Uma nova pista de ski?

Este jogo é uma peça, baseada no papel das pessoas da sociedade: o presidente de câmara, gestores de hotel, botânicos, construtor de pistas de ski, guardas florestais e vigilantes da vida selvagem. O enredo é sobre desenvolvimento económico no campo: construção de uma nova pista de ski. Toda a história, cartões com os personagens e instruções sobre o jogo podem ser descarregadas da galeria de meios audiovisuais no website do Plantscafew3.

  1. Dar a cada criança um cartão com a descrição do seu papel um dia antes, para eles começarem a assumir o papel. Ponderar os requisitos de cada papel e atribuir os papéis em concordância com ele.
  2. Cada criança escreve o nome da sua personagem numa etiqueta e usa-a durante a peça.
  3. Sentam-se em semicírculo para encenar uma sessão pública na vida real.
  4. O presidente de câmara abre a sessão após o que cada personagem apresenta as suas razões a favor ou contra a construção da pista de ski. O presidente deve manter a ordem e viabilizar que todos falem.
  5. Devido à complexidade dos assuntos discutidos, o presidente propõe um referendo em que cada personagem tem um voto.
  6. Antes da votação, cada grupo deve promover acções de divulgação e fazer material de propaganda, por exemplo pósteres para convencer os cidadãos a votar na sua causa. Os pósteres/folhetos têm de ser distribuídos e os votantes devem ter tempo para os ler.
  7. Faz-se uma votação secreta.
  8. O resultado da votação é lida em voz alta pelo presidente. Em caso de empate, o presidente tem direito a decidir.
  9. O resultado deve ser discutido por todos.
  10. As crianças preenchem na Folha de Actividade 3w5 o resumo das suas opiniões.

Download

Download this article as a PDF

Web References

Resources



License

CC-BY-NC-SA